top of page
  • Foto do escritorAssociação Brasileira de Porfiria

Dieta e Nutrição . MOMENTO MÉDICO da Fundação Americana de Porfiria

As chamadas Porfirias agudas, que são Porfiria Intermitente Aguda, Coproporfiria Hereditária, Porfiria Variegate e Porfiria ALAD, são caracterizadas por ataques agudos de dor abdominal e outros sintomas.


Ataques dessas doenças podem ser provocados reduzindo a ingestão calórica total a níveis de fome ou seguindo uma dieta desequilibrada, como a Dieta Atkin, na qual os carboidratos são reduzidos o mínimo possível.


“Isso não significa que os carboidratos sejam particularmente saudáveis na Porfiria, apenas que eles devem ser representados na dieta e permanecer parte de qualquer regime de perda de peso.”


As pessoas que consomem carboidratos em excesso na esperança de prevenir um ataque agudo estão arriscando a obesidade sem nenhum benefício comprovado para sua Porfiria.


As porfirias agudas são afetadas pela dieta porque a via química no fígado que faz heme a partir de porfirinas e outras substâncias precursoras registra mudanças entre os estados alimentados e de jejum.


O jejum normal que ocorre entre as refeições e durante a noite não é um problema e, além disso, é geralmente saudável para o metabolismo do corpo.


Um jejum prolongado, no entanto (mais de 24 horas) é arriscado.


Alguns ataques agudos ocorreram pela primeira vez em pessoas que foram submetidas a cirurgia e estavam em jejum por vários dias, exceto pela solução IV.


Quando o paciente é um portador conhecido de uma Porfiria aguda, um plano para fornecer calorias adequadas deve fazer parte dos preparativos para a cirurgia.

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page